TUDO SOBRE SPAM

Conheça os perigos do SPAM e saiba como identificá-lo

Provavelmente pelo menos uma vez na vida você já recebeu um e-mail indesejado ou que você não optou em receber, certo? Em outras palavras você já deve ter se deparado com um spam na sua caixa de entrada e ficou se perguntando como e por que aquele e-mail estava ali.

Talvez você não saiba, mas o objetivo da pessoa que envia spam é conseguir informações dos usuários invadindo suas contas por meio de mensagens indesejadas e que algumas vezes não são vistas como spam. O que de fato não é algo surpreendente levando em consideração que muitas pessoas têm pouco conhecimento sobre o assunto. Devido a esse conhecimento limitado, hoje queremos deixar mais claro o que é o spam e como ele pode surgir na sua caixa de entrada.

Como tudo começou

Vamos começar falando um pouco sobre a história do Spam que surgiu pouco tempo depois da Internet nos anos 90. Existem algumas divergências sobre o primeiro spam enviado, porém, um dos casos que ficou conhecido mundialmente foi o spam enviado pela dupla de advogados Canter e Siegel em 1994. A mensagem “Green Card Lottery” foi distribuída para 6.000 grupos da USENET, o e-mail  causou revolta nos usuários, pois perceberam que a mensagem não condizia com o tema e perfil de mensagens que os grupos costumavam tratar.


Já o termo spam por sua vez originou-se da marca de enlatados SPAM, a associação se deu devido ao envio de mensagens não solicitadas e indesejadas que tentam te empurrar algo como mostra o quadro de um grupo de  humoristas ingleses, Monty Python. Veja o vídeo e conheça a versão humorada sobre a origem do SPAM. 

Em pouco tempo o Spam se tornou a maneira mais prática e também a mais rentável de anunciar na internet, pois é possível atingir várias pessoas ao mesmo tempo. Justamente por esse motivo a quantidade de spams vem aumentando e afetando um grande número de correios eletrônicos de todos os lados dos mundo.

A medida que o spam foi se espalhando, os servidores de e-mails passaram por um processo de reconfiguração para aumentar o nível de segurança nas caixas de entrada. A  black list foi um dos métodos seguros que entrou em ação, fazendo com que todos os servidores que enviavam spams fossem parar na lista negra sendo bloqueados automaticamente.

Entretanto, mesmo com o surgimento de  soluções para o bloqueio destas mensagens, o spam foi se adaptando e evoluindo com o tempo. Desde sua origem ele encontrou diversas maneiras de fazer vítimas como o Spam Zumbi, responsável pela maioria dos spams enviados em 2003 e 2004 utilizando o Cavalo de Tróia com o objetivo de baixar malwares e vírus danificando diversas máquinas pelo mundo inteiro.

Mas como é possível identificar um spam?

Identificar um spam é mais simples do que parece, porém, para compreender melhor esse mal que atinge muitas caixas de e-mails é preciso entender como funciona seu tripé que são características simples e fáceis de serem identificadas.

Anonimato

É uma das características mais certeiras para identificar um spam, já que o endereço de e-mail e identidade do remetente são ocultos e é impossível saber quem está enviando aquela mensagem.

Mailing em Massa

Otro ponto que identifica que a mensagem que você recebeu é um spam é o Mailing em massa, pois o spam envia a mesma mensagem para um grande grupo de indivíduos, que por motivos comuns optaram em não receber essa mensagem.

E-mail não solicitado

Por último e talvez a mais importante característica é o e-mail não solicitado, você recebe o e-mail mesmo optando em não receber, por isso é extremamente importante ter certeza que o site no qual você está cadastrando seu e-mail é seguro e que futuramente poderá cancelar sua inscrição a qualquer momento sem gerar nenhum problema.

Além do tripé que sustenta o spam e que a partir de agora você poderá observá-los com mais atenção, existem alguns assuntos típicos que também podem ser considerados spams como propagandas, mensagens políticas, boletos bancários que não foram solicitados e spams que podem espalhar vírus no seu computador danificando a sua máquina.

 

Fique atento nas característica do spam saiba como identificar no seu e-mail

 

O SPAM em estatísticas

Algumas pessoas ainda enxergam o Spam como algo inofensivo por se tratar de um e-mail que pode simplesmente ser apagado antes mesmo de ser lido. Outros usuários por sua vez não têm noção do dos perigos que um simples spam pode trazer, mas podemos afirmar que os danos podem ser mais graves do que parecem.

Em uma pesquisa realizada cerca de 52% das pessoas enxergam o spam como um problema, em números podemos afirmar que o spam representa 14,5 bilhões de mensagens globais enviadas diariamente, basicamente 45% dos e-mails.

Como dizemos anteriormente alguns assuntos específicos são característicos de spams e devem ter atenção redobrada quando chegar algo semelhante na sua caixa de entrada, visto que os e-mails de propagandas representam 36% dos spam enviados. A segunda categoria de spams com 31,7% são mensagens com assuntos adultos seguido 26,5% dos spams que tratam de assuntos financeiros, como golpe do boleto e  notas fiscais que nunca foram solicitadas.

O spam representa 14,5 bilhões de mensagens globais enviadas diariamente.

 

Perigo para e-mails corporativos

É importante deixar claro que o spam não atinge somente os e-mails pessoais, mas também os corporativos prejudicando a produtividade e credibilidade de muitas empresas, que por sinal enxergam o spam como um problema que precisa ser resolvido como prioridade.

Segundo uma pesquisa feita pela Radicati Research Group Inc, localizada na Califórnia, o spam custa cerca de 20,5 bilhões de dólares anuais de produtividade reduzida, bem como em despesas técnicas, além de correr o risco de cair na lista negras de clientes potenciais perdendo a oportunidade de um futuro negócio por exemplo.

As previsões futuras estimam que 58 milhões de spam serão enviados diariamente nos próximos quatro anos resultando num prejuízo de US $198 bilhões para as empresas. Outras consequências que o spam pode trazer, e que muitas vezes ninguém percebe, é o espaço de armazenamento e da banda larga, que também podem ser visto com prejuízos ao universo corporativo.

O spam pode prejudicar a produtividade e credibilidade da sua empresa.

 

 

A evolução constante do SPAM

Devido essa alta capacidade que os spammers têm de encontrarem maneiras cada vez mais eficazes de enviarem seus spams, cabe aos usuários prestarem mais atenção, pois os spams não estão presentes apenas nos e-mails. Com o avanço da tecnologia e com as pessoas cada vez mais conectadas o spam ganha novas formas, novas adaptações e está evoluindo de modo constante. Hoje o spam pode estar presente em plataformas comuns e de grande acesso como  blogs, SMS e redes sociais que concentram um grande número de usuários.

O ideal a se fazer é manter a configuração do seu e-mail em um nível alto de segurança, evitar abrir e interagir com toda e qualquer mensagem que pareça spam. Porém, o mais apropriado é o uso de softwares de segurança que bloqueiam estas mensagens e, muitas vezes, trazem funcionalidades que evitam a perda de tempo e prejuízos oferecidos pelo mesmo, deixando seu e-mail ainda mais seguro.

Entre em contato com nossa equipe e conheça nossa solução Antispam!

Fonte: SPAM LAWS/ Radicati Research Group Inc