5 dicas de como proteger seus dados

5 dicas de como proteger seus dados

5 dicas de como proteger seus dados

Você sabia que seus dados não são eternos?

Exatamente isso que você ouviu, talvez já tenha acontecido de você excluir um arquivo por acidente, pois naquele momento não precisava dele, todavia, por um motivo “x” você precisava restaurar aquilo que apagou para um determinado objetivo.

Você procura na lixeira e nos arquivos para ver se encontra e o desespero começa a te fazer suar e pensar no que aconteceu. Afinal não é como se ele desaparecesse da lixeira como mágica, certo?

Errado, geralmente não ficamos preocupados em ter uma ferramenta que faça um backup ou salve esses dados que à primeira vista podem parecer inúteis, mas na realidade não são.

Onde quero chegar é muito simples, alguns nichos de atuação, não podem se dar ao luxo de não ter uma política de resguardo de dados, tanto para fins jurídicos externos como internos também (em casos de auditoria, por exemplo). Com efeito nem sempre verificamos a confiabilidade de um serviço, ou acreditamos que o serviço que vem integrado já é “bom o suficiente”.

Claro que se você já leu o termo de contratação dos serviços da Google, sabe bem que há uma parte explícita que diz:” Você tem um tempo limitado a partir do momento em que os dados foram excluídos permanentemente para restauração … Depois disso, os dados desaparecem para sempre”, ou seja, seus dados não são eternos e a própria plataforma de contratação já aponta isso em seus termos.

A coisa só piora se a empresa não realiza as normas de segurança 3-2-1, se não tem um resguardo ou ferramenta para fins de auditoria, serviço de arquivamento de mensagem, nem mesmo um serviço eficiente de Backup em Nuvem.

Vale ressaltar que Saas não estão imunes a perda acidental ou mal-intencionada de dados, pesquisas apontam quem 33% das empresas que utilizam esse serviço sofrem ou já sofreram com a perda massiva de dados, isso pode ocorrer por “n” razões: usuário final que apagou algo, funcionário que sobrescreveu os dados originais, ataque de um hacker, má sincronização ou até mesmo um desastre natural que pode ocasionar a perda destes arquivos.

Vale levar em consideração que não basta somente ter um serviço eficiente para isso, é fundamental também uma política de segurança que sigam normas para evitar uma catástrofe.

Diante da perda de dados temos problemas como: operações irrecuperáveis, reputação danificada e certamente uma grande insatisfação do consumidor, ainda que esses sejam alguns elementos que “pregam o caixão” muitas empresas sequer conseguem se reerguer devido ao estrago. Segundo pesquisas 91% das organizações que foram atingidas por um desastre faliram em menos de um ano, o mais preocupante é que dessa porcentagem somente 23% das empresas tem um serviço de Cloudbackup para resguardo, chocante se parar para pensar que em média 90 mil ações criminosas são efetuadas por segundo em todo mundo.

Aqui seguem 5 dicas de como proteger seus dados, para que se por eventualidade sua empresa seja um alvo de ações maliciosa, você consiga se reerguer:

Tenha um serviço eficiente de Antispam e Antivírus:

Ainda que a política de ataques cibernéticos seja volátil e vem aderindo cada vez mais recursos que os permitam ter acesso a dados confidenciais e utilizá-los. É essencial que você tenha um serviço que impeça o avanço deles em seu território, acima de tudo que sinalize caso algo esteja acontecendo de errado.

Com um serviço como o da Unodata que faça uma análise em tempo real de mensagens que entram e saem e que bloqueie fornecendo acesso aquelas que possivelmente carregam algum conteúdo malicioso dentro de seu corpo.

Tenha um serviço eficiente de Cloudbackup

Obviamente, cada empresa possui um tempo que define por padrão para ter o Backup: semanalmente, diariamente ou mensalmente, tudo de acordo com sua rotina e política interna. É necessário analisar qual delas funciona melhor, pois há empresas que produzem uma grande quantidade de massas de dados por dia.

Vale ressaltar que é essencial um serviço que tenha um suporte que possa lhe prover soluções em casos de eventuais e problemas, que a plataforma seja intuitiva e que também dê autonomia para uso.

A Unodata possui um serviço chamado Cloudally que é justamente responsável por fazer esse trabalho de forma rápida e eficiente, contando ainda com uma recuperação granular minuciosa da massa de dados original.

Tenha um serviço de arquivamento

Algumas empresas, não podem nem sonhar ter alguns dados perdidos, afinal sua confiabilidade e reputação iriam para a lama. Por essa razão quando contratar um serviço, verifique se eles também realizam essa função, pois acredite para fins de auditoria isso pode te poupar milhões.

Política de Backup:

Vale ressaltar que não basta simplesmente possuir a melhor ferramenta do mundo e não realizar normas básicas e políticas simples de resguardado de dados como a norma 3-2-1. Além disso é importante definir prazos para realizar os backups, pois investir eternamente em HD externos não só vai gerar um baita prejuízo, como também dependendo da quantidade nem sempre você terá tudo da forma sintetizada e como desejar.

Incentive treinamentos para equipe e ouça seu TI:

O profissional de TI, não é somente a pessoa que vai te socorrer em casos de incêndios, ele também é o profissional que vai contribuir no cunho estratégico das operações. Contudo, ele não pode fazer nada sozinho, pois existem ferramentas que dependem da adaptação da equipe, então é bastante válido incentivar treinamentos e questionar ao seu TI, quais são as melhores ferramentas que atendam suas demandas.

Ficou curioso em como a Unodata pode te ajudar com tudo isso? Clica aqui e vem bater um papo com a gente!